VIA G1 – Uma grávida de 44 anos morreu com suspeita de doenças infecciosas ao dar entrada no Hospital Universitário de Jundiaí (SP).
Segundo o hospital, Catarina dos Santos foi internada na última segunda-feira (2) com um quadro de infecção ‘inespecífica’, e logo em seguida, transferida para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) com a piora do quadro. Contudo, não resistiu e morreu na última sexta-feira (6)



Em nota, a prefeitura informou que não registrou nenhum caso confirmado de leptospirose, e que a Vigilância Epidemiológica (VE) da Unidade de Gestão de Promoção da Saúde (UGPS) está investigando o caso suspeito de arbovirose, doenças causadas pelo mosquito Vírus da Zyka, chikungunya e febre amarela, além de suspeitas de leptospirose, dengue e febre maculosa.
Amostras de sangue foram colhidas e encaminhados para o Instituto Adolfo Lutz, o qual os resultados ainda não foram divulgados. A investigação segue conforme o protocolo do município.
*Colaborou sob supervisão de Paola Patriarca