Segundo matéria do G1, uma passarela desabou no início da noite desta quinta-feira (14) na Marginal Tietê sentido Rodovia Castello Branco, entre a Ponte do Piqueri e uma das alças de acesso à Rodovia Anhanguera. De acordo com o Corpo de Bombeiros uma pessoa ficou levemente ferida, com escoriações.



Segundo informações iniciais, a passarela de serviço caiu sobre três veículos: dois ônibus de viagem e um caminhão.
A passarela de serviço faz parte de uma obra para a construção do viaduto. Há carros que conseguem passar por baixo da estrutura.
Todas as faixas da Marginal no sentido Castello estão interditadas. O trânsito para a saída do feriado já estava muito complicado e piorou.
O Corpo de Bombeiros enviou quatro viaturas e há 20 bombeiros no atendimento.




Trânsito

As rodovias que passam pelo estado de São Paulo estão congestionadas por causa do feriado prolongado de 15 de Novembro, Proclamação da República.
A Rodovia dos Imigrantes tem lentidão na descida para o litoral na tarde. Segundo a concessionária Ecovias, há lentidão do km 28 ao km 43 e do km 47 ao km 53 da Imigrantes. Também há lentidão na Cônego Domênico Rangoni, que leva ao Guarujá, entre o km 268 e o km 248, por conta do excesso de veículos.



Na Rodovia Anchieta não há lentidão. Na Rio-Santos, há lentidão entre os kms 210 e 220.
Rodovia Castello Branco apresenta tráfego lento no sentido interior, do km 13 ao km 24, entre Osasco e Barueri, devido ao excesso de veículos. Também há lentidão no sentido Capital, do km 21 ao km 19, entre Osasco e Barueri, e na chegada à Capital, do km 14 ao km 13.




Estado de atenção

A chuva que atinge São Paulo deixa toda a cidade em estado de atenção no início da noite desta quinta-feira (14). Todas as regiões entraram em estado de atenção às 18h55.
Segundo o Centro de Gerenciamento de Emergência (CGE), há potencial para formação de alagamentos, queda de granizo e rajadas de vento.




A chuva com moderada intensidade deve invadir a madrugada e se manter até a manhã da sexta-feira (15), Feriado da Proclamação da República.
De acordo com o CGE, o solo encharcado favorece a formação de alagamentos e deslizamentos nas áreas de risco durante as precipitações. A partir do meio da tarde de sexta, as áreas de instabilidades se afastam e o tempo volta a ficar firme.
As temperaturas variam entre mínima de 17°C e máxima que não deve superar os 23°C.



A previsão para o final de semana é de tempo seco e com o retorno do sol entre nuvens. O sábado (16) será marcado por chuviscos ao amanhecer, por conta dos ventos úmidos que passam a soprar do mar em direção a faixa leste paulista. A temperatura mínima prevista é de 16°C e a máxima deve chegar aos 25°C no período da tarde.